Técnica Individual - Art. 14

- Toque de Bola Acima da Cabeça, para o Levantamento e para a Defesa.

- Para o Levantamento.

- Treinamento do Toque

- Exercícios para Aprendizagem e Aperfeiçoamento.

 

- Sequência de Exercícios no 08.

79 - Exercícios em dupla, utilizando a largura da quadra. Os jogadores, partindo da linha lateral, executam 03 toques consecutivos. O primeiro, de frente, para o centro da quadra. O segundo, de costas, para a linha lateral, da qual iniciou o exercício. O terceiro, de frente, para linha lateral oposta, onde o companheiro está esperando para iniciar sua execução.

No diagrama está apresentado os deslocamentos (setas em verde e vermelho) e a ordem dos toques (os números 1, 2 e 3). Vale lembrar que todos os três toques devem ser bem para o alto - como que simulando levantamentos.

 

 

 

 

80 - O primeiro, de frente, para o centro da quadra. O segundo, de costas, para a linha lateral, da qual iniciou o exercício. O terceiro, de frente em suspensão.

81 - O primeiro, de frente, para o centro da quadra. O segundo, de costas, para a linha lateral, da qual iniciou o exercício. O terceiro, de frente agachado e com rolamento.

82 - O primeiro, de frente, para o centro da quadra. O segundo, de costas, para a linha lateral, da qual iniciou o exercício. O terceiro, lateral, com os pés no chão, e o corpo virado de frente para direita.

83 - O primeiro, de frente, para o centro da quadra. O segundo, de costas, para a linha lateral, da qual iniciou o exercício.O terceiro, lateral, com os pés no chão, e o corpo virado de frente para a esquerda.

84 - O primeiro, de frente, para o centro da quadra. O segundo, de costas, para a linha lateral, da qual iniciou o exercício. O terceiro, lateral em suspensão, com o corpo virado de frente para a direita.

85 - O primeiro, de frente, para o centro da quadra. O segundo, de costas, para a linha lateral, da qual iniciou o exercício. O terceiro, lateral em suspensão, com o corpo virado de frente para a esquerda.

86 - O primeiro, de frente, para o centro da quadra. O segundo, de costas, para a linha lateral, da qual iniciou o exercício. O terceiro, de costas para o companheiro, com os pés no chão.

87 - O primeiro, de frente, para o centro da quadra. O segundo, de costas, para a linha lateral, da qual iniciou o exercício. O terceiro, de costas para o companheiro, em suspensão.

 

- Aspectos a serem observados durante a execução dos exercícios

1 - Nos exercícios desta sequência, é extremamente importante o correto posicionamento do jogador, em relação ao ponto em que a bola é tocada. Digo isso porque, se o jogador não se deslocar com a velocidade requerida, dificilmente conseguirá se posicionar apropriadamente e, consequentemente, encontrará enorme dificuldade para executar, cada um, dos três toques.

2 - Quem está acompanhando a sucessão dos artigos - sobre o Toque para o Levantamento - desde o início, deve estar reparando como venho enfatizando a importância do deslocamento com vistas ao correto posicionamento em relação ao ponto em que a bola se encontra e é tocada. Realmente tem sido intencional, uma vez que, é componente fundamental para a viabilização - me-câ-ni-ca - da execução do fundamento. Vamos raciocinar juntos, de acordo com a figura a seguir.

O tronco do jogador está posicionado em três modos: no centro, mais atrás e mais a frente. O posicionamento ideal é o do centro. O eixo do corpo do jogador está rigorosamente sob a bola (1). Isto é, pela ordem: a base (posicionamentos dos pés em "boa base"); o tronco; a cabeça; os dois braços estendidos - no momento do toque. A bola tem que ser tocada em relação ao prolongamento deste eixo. Neste ponto, o toque é viável tanto para frente quanto para trás.

No toque para frente, a bola (3 da figura) tem que estar ligeiramente a frente do eixo. Caso esteja, por exemplo, no ponto em que está a bola 2, a mecânica do movimento estará comprometida ou, até, inviabilizada.

O mesmo ocorre no toque para trás. A bola tem que estar rigorosamente sobre o eixo (bola 1). Pode até estar no ponto da bola 2 - não é ideal, porque a trajetória será mais retilínea. Agora, se estiver no ponto em que está a bola 3, a mecânica do movimento também estará inviabilizada.

 

 

 

3 - Outro aspecto essencial. A velocidade nos deslocamentos. É muito comum, sobretudo no início do processo - iniciação - os atletas correrem com os braços elevados, já preparados para a execução do toque. Não é correto, limita a velocidade. O deslocamento tem que ser com os braços soltos, como numa corrida normal. No momento do toque, aí sim, os braços se elevam.

4 - Muito importante também é o momento exato do fim do deslocamento para a execução do fundamento. Quando for possível, o ideal é parar e executá-lo. Quando não é possível, tem que fazê-lo em movimento mesmo.

5 - Resumindo, pelas suas importâncias, a velocidade dos deslocamentos, a coordenação deslocamento-salto- execução do toque e o correto posicionamento sob a bola, são pontos vitais a serem observados pelo treinador e pelos jogadores no momento que estão realizando os exercícios.

 

Cont. no art. 15, com outra Sequência de Exercícios

 

Home

Ir para Menu Vôlei de Quadra

  Ir para Menu Estratégias/Táticas DO Sistema Ofensivo - Vôlei de Praia  
 

Ir para Menu Estratégias/Táticas do Sistema Defensivo - Vôlei de Praia

Ir para Menu Vôlei de Praia