Estratégias/Táticas - Art. 13

- Estratégias / Táticas Defensivas.

 

- Bolas "Chutadas" nas Extremidades da Rede.

- Estratégia com Bloqueio Duplo.

- Procedimentos na Defesa.

 

Como mencionado no artigo anterior a velocidade da ação ofensiva com as combinações de ataque, como todo, e as bolas "chutadas" nas extremidades da rede requer discenimento tático individual do bloqueadores; propicia referências importantíssimas para os defensores. Na defesa é também essencial. Ajuda a captar elementos que auxiliam no momento dos mesmos adotarem posicionamentos ideais.

 

Dispostos na Posição Fundamental, aguardam o levantamento. Definida a "Chutada" na extremidade da rede, ajustam seus posicionamentos se incumbem de suas atribuições.

 

D1

No diagramas a seguir, a representação dos posicionamentos, tanto da bola atacada na pos. 4 quanto na pos.2. Repare que os bloqueadores das extremidades estão mais para dentro da quadra, dando prioridade a fechar as trajetórias das bolas para as diagonais. Logo, a angulação para o ataque nelas é bastante restrito.

- Defesa das bolas atacadas que passam à direita dos bloqueios.

- Defesa das bolas que tocam no bloqueio e saem da quadra pela linha lateral direita.

- No ataque da pos. 2 da quadra oposta, defesa das bolas "largadas" dentro da Zona de Ataque, do centro para a linha lateral direita da quadra.

Nota

No diagrama da direita a seguir, B2 se desloca para a cobertura atrás do bloqueio (seta tracejada em vermelho). O espaço que ocupava é bastante visado para "largadas". D1, é o responsável pela recuperação das mesmas.

 

 

D5

Nos diagramas a seguir, o exemplos dos posicionamento, com o ataque na pos. 4 e 2 da quadra oposta. No da esquerda, o bloqueio está mais para dentro da quadra para obstruir a diagonal; no da direita, o contrário; o objetivo é o bloqueio da paralela.

- Defesa das bolas atacadas que passam à esquerda dos bloqueios.

- Defesa das bolas que tocam no bloqueio e saem da quadra pela linha lateral esquerda.

- No ataque da pos. 4 da quadra oposta, defesa das bolas "largadas" dentro da Zona de Ataque, do centro para a linha lateral esquerda da quadra.

Nota

No diagrama da esquerda a seguir, B4 se desloca para a cobertura atrás do bloqueio (seta tracejada em vermelho). O espaço que ocupava é bastante visado para "largadas". D5, é o responsável pela recuperação das mesmas.

 

D6

O posicionamento do defesa-centro (D6) pode ser estabelecido de diferentes maneiras, obviamente, em virtude de alguns pressupostos.

1 - Absolutamente no centro da quadra, deslocando-se à esquerda ou à direita conforme sua percepção.

2 - Deslocado - antecipadamente - para a defesa das bolas atacadas nas diagonais.

3 - Deslocado - antecipadamente - para a defesa das paralelas.

 

1 - Absolutamente no centro da quadra, deslocando-se à esquerda ou à direita conforme sua percepção.

Nos diagramas a seguir, os ataques nas pos. 4 e 2. Baseando-se na possibilidade de bloqueio não ser perfeito (afastamento entre os dois bloqueadores), D6 se posiciona absolutamente no centro da quadra. Dali, dependendo de circunstâncias ou de sua percepção, desloca-se para a esquerda ou para a direita. D5 e D1 (em azul claro) estão posicionados para a defesa das bolas atacadas - mais para baixo, na diagonal.

- Defesa das bolas que passam entre, por cima, à direita e à esquerda dos bloqueadores.

- Defesa das bolas que tocam no bloqueio e se dirigem para o fundo da quadra, inclusive as que encobrem D1 e D5.

- Defesa da bola "largada" em toda a extensão do fundo da quadra.

 

 

2 - Deslocado - antecipadamente - para a defesa das bolas atacadas nas diagonais.

 

Nos diagramas a seguir, o exemplos dos posicionamento, com o ataque na pos. 4 e 2 da quadra oposta. Em ambos, os bloqueio duplos estão marcando a passagem das bolas para as paralelas. Subtende-se que as faixas mais favoráveis para o ataque são as diagonais, ponto em que D6, deslocando no momento do levantamento. Baseado nestas disposições, são suas atribuições.

- Defesa das bolas atacadas que passam à esquerda (diag. 7) e à direita (diag. 8) dos bloqueios.

- Defesa das bolas que tocam no bloqueio e saem da quadra pela linhas laterais, esquerda (diag. 7) ou direita (diag. 8), do meio para fundo da quadra.

 

 

Nota

O ponto do ataque da "Chutada", independentemente da combinação de ataque, é o que determina o posicionamento de D6, para a esquerda (na pos. 4) ou para a direita (pos. 2), como está demonstrado nos diagramas 7 e 8.

 

3 - Deslocado - antecipadamente - para a defesa das bolas atacadas nas paralelas.

 

Nos diagramas a seguir, o exemplos dos posicionamento, com o ataque na pos. 4 e 2 da quadra oposta. Em ambos, os bloqueio duplos estão marcando a passagem das bolas para as diagonais . A defesa das bolas atacadas nas paralelas ficam a cargo de D1 (ataque na pos. 4, da quadra oposta) e D5 (ataque na pos. 2, da quadra oposta), nos ataques mais baixo, auxiliados pelo D6, nos ataque mais para o fundo da quadra. São suas atribuições.

- Defesa das bolas atacadas que passam à direita (diag. 9) e à esquerda (diag. 10), no fundo da quadra.

- Defesa das bolas que tocam no bloqueio e saem da quadra pela linha lateral direita (diag. 9) e esquerda (diag. 10), do meio para o fundo da quadra.

 

 

Em qualquer das modalidades de posicionamento, D6 tem como atribuições comuns:

- Defesa das bolas "largadas" em toda a extrensão do último terço da quadra;

- Defesa das bolas que ricocheam no bloqueio e saem da quadra em toda a extensão da linha de fundo da quadra;

- Segunda ação, após a defesa de um dos companheiros.

 

B2 e B4

Pela velocidade da ação, de modo geral, não têm tempo para recuar e compor a disposição defensiva. Logo, deslocam-se na direção do ataque e se encarregam da bola "largada", atrás do bloqueio, dentro da Zona de Ataque. Em todos os diagramas anteriores, essa movimentação está simbolizada pelas setas tracejadas em vermelho.

 

O Bloqueio Triplo para neutralizar as Bolas Altas nas Extremidades da Rede não é uma estratégia viável. Por essa razão, não será apresentada. Nos próximos artigos continuaremos apresentando estratégias de outros tipos de bolas.

 

Continuação no artigo 50 com Bola Atacada do Fundo

Home

Ir para Menu Vôlei de Quadra