JUST VOLLEYBALL

Pergunte ao Jorjão

 

3 - Bloqueio

Em continuidade aos artigos 34 e 34a, nos quais atendo a sugestão de Roberto Caverna. Ou seja, ideias para aprendizagem/aperfeiçoamento de voleibol em aulas de Ed. Física. Recaptulando: sugeri Aulas em Forma de Circuito. Com três segmentos:

Parte 1 – Formação Corporal / Aquecimento.

Parte 2 – Aprendizagem / Aperfeiçoamentos dos Fundamentos da Técnica Individual.

Parte 3 - Formação de Equipe.

No artigo 34 apresentei a Primeira Parte com sugestão de Exercícios Físicos, seus objetivos e maneira pela qual, penso, que o Professor deve ministrar os mesmos. No artigo 34a, iniciei a apresentação da Parte 2, com Fundamentos que podem ser adotados para a realização do Circuito na Quadra de Treinamento; com Toque Acima da Cabeça e a Manchete. Ocorre que contruindo o artigo verifiquei que o mesmo ficou enorme. Por isso dividi em Sub-Partes. Neste agora, apresento a Sub-Parte que trata do Bloqueio. Nos próximos, a Cortada e o Saque.

3.1 – Aprendizagem da Execução do Bloqueio Parado - Fundamento.

Exercícios a serem realizados na quadra de jogo, na rede.

 

 

- Exercícios para a Aprendizagem/Aperfeiçoamento do Bloqueio.

 

3.1.1 - Os alunos dispostos 2 a 2, 3 a 3 ou 4 a 4. Um, de um lado da rede, sobre uma caixa/uma cadeira, segura uma bola de modo que esta fique imediatamente acima do bordo superior da rede. O companheiro (os), de frente para a bola, executa um salto e toca com as duas mãos na bola e para; salta, para, salta para... (Figura a seguir). Depois do número de repetições estabelecido pelo Professor, os dois trocam de funções. Importante:

- flexão e extensão das pernas com velocidade;

- saltar e cair no mesmo ponto;

- manter um afastamento do tronco em relação à rede de aproximadamente 20 cm;

- observar o espaço entre os braços e o bordo da rede (máximo 10 cm);

- mãos afastadas (uma à direita e a outra à esquerda da bola), dedos bem abertos.

 

 

3.1.2 - O jogador de frente para a rede executa bloqueios (2 a 2 saltos). Um bloqueio, cai, outro bloqueio, cai e para. Repetir a sequência pelo tempo ou pelo número de repetições estabelecido. Este exercício contribuir para desenvolver o equilíbrio com o a qual o bloqueio tem que ser realizado.


3.1.3 – Agora, o Bloqueio após Deslocamento. Utilizando a fig. 1. O aluno afastado um metro à direita do ponto em que a bola está colocada na rede. Dá uma passada lateral à esquerda, salta e executa o bloqueio, cai. Afasta-se um metro à esquerda, dá uma passada lateral à direita, salta executa o bloqueio, cai. O número de vezes ou o tempo de execução é estabelecido pelo Professor. Recomendo não exceder duas sequências, a fim de que os aluno não pratique o exercício cansado. Na figura a seguir, o modo de executar o exercícios. Afasta-se à direita, passada à esquerda; afasta-se à esquerda, passada à direita.

 


3.1.4 – A mesma mecânica do ex. 3.1.3. Agora, o aluno dá uma passada lateral, executa dois bloqueios consecutivos, sem intervalo; salta, cai, salta novamente, cai e para (bloqueio 2 a 2).


3.1.4 – Ainda a mesma mecânica. O bloqueio após duas passadas – laterais ou cruzadas. O aluno num terço da rede. Afasta-se cerca de três metros do ponto em que a bola está posicionada. Dá duas passadas, executa um bloqueio e pousa. Volta ao ponto inicial e repete o exercício. A volta para o ponto inicial é sem pressa. Fazer dois lados da rede, ou seja, da direita para a esquerda, da esquerda para a direita. O número de sequências é estipulado pelo Professor. Na fig. 3 a seguir. Os pontos que indicam o Ponto de Partida, o início do terço final da rede (I.T); o ponto em que a bola deve ser posicionada, no final do terço, na extremidade da rede (E.R.). Repare que o deslocamento é da direita (D) para a esquerda (E). Quando trocam de lado da rede, o mesmo é o contrário.

 

 

3.1.5 – Agora, o deslocamento com duas passadas e dois bloqueios consecutivos, sem intervalo (2 a 2); salta, cai, salta, cai e para. Volta ao ponto inicial. Repete a sequência.

3.1.6 – Alunos trabalhando 3 a 3. Dois dos quais, cada um segurando uma bola, sobre um cadeira/caixa, distantes cerca de três metros; igual a um terço da rede (diagrama a seguir). O terceiro realiza o exercício. Começa em frente à posicionada no início do terço da rede (mais ao centro). Executa um bloqueio, cai, desloca por meio de duas passadas – laterais ou cruzadas – para a direita, executa o bloqueio na outra bola, cai, desloca-se para a esquerda, executa outro bloqueio e para. O Professor estabelece o número de sequências. Os três alunos se revezam entre segurar as bolas e executar o exercício. Depois trocam de lado da rede, de modo praticarem do início do terço ao terço final, em ambos os lados.
No diagrama a seguir, os botões em verde são os pontos em que as bolas são colocadas. O primeiro bloqueio é na bola mais de dentro da quadra. As setas indicam o sentido do deslocamento, em cada lado da rede.

3.1.7 – Mesma dinâmica. Agora, os alunos realizam a mesma movimentação e executam bloqueio 2 a 2. Isto é, salta executa um bloqueio, pousa, salta e executa outro bloqueio.


 

  

Notas

- Os objetivos a serem alcançados com os exercícios:

- execução correta do Bloqueio;

- equilíbrio do corpo nos exercícios de bloqueio 2 a 2;

- coordenação deslocamento-salto;

- coordenação deslocamento-salto-queda-deslocamento-salto ...

- A velocidade, nesta etapa, não é importante. Quer da execução do bloqueio parado, quer do bloqueio após deslocamentos, quer dos bloqueios 2 a 2. Na medida em que os alunos forem ganhando maior desembaraço, a velocidade será decorrência natural.

 - O Professor ministrar os exercícios em etapas. Nas primeiras aulas, só Bloqueio Parado. Na medida em que houver assimilação, passa-se ao Bloqueio após Deslocamentos. A progressão deve ser adequada à capacidade de cada turma.

- O exercícios sugeridos até esta parte têm em vista, unica e exclusivamente, à iniciação do Voleibol. Os Professores que têm turmas mais avançadas, isto é, com alunos mais capacitados, devem lançar mão de outros níveis. Para tal recomendo acessar Técnica Individual > Bloqueio. A ideia é a de mostrar como mostrar como os fundamentos da técnica individual podem ser ministrados em aulas de Ed. Física em forma de Circuito.
 

Voltar ao Menu Pergunte ao Jorjão

Home