JUST VOLLEYBALL

Pergunte ao Jorjão

P - Caro amigo Jorge de Barros, tudo bem? Antes de qaulquer coisa quero agradecer a voce por todos os artigos e dicas publicadas em seu site. Gostaria de pedir uma ajuda para realizar alguns testes com meus alunos da categoria infanto juvenil de volei de praia. Testes onde eu pudesse aferir impulsão, resistencia, velocidade, força etc. Voce pode me dar algumas dicas? Seria ideal realizar esses testes numa academia mas por falta de recursos nesse começo tenho que me virar nos testes de campo.
Abraçao e feliz 2007!

Alexandre Ribeiro

R - Caro Alexandre.

Pelo visto seu problema é bastante comum; falta de grana. Agora, concordo com você sobre não deixar de fazer as coisas por causa disso. O ideal, como você sabe, é a utilização de laboratórios, etc... Mas como é difícil, vamos ver se posso ajudar.

 

- Impulsão.

 

Creio que qualquer método é válido. Aquele de utilizar o poste de armação da rede é uma boa.

Coloque seu atleta posicionado lateralmente e encostado no poste, com o braço (mais próximo do poste) absolutamente esticado. Faça um marca no ponto em que o dedo médio tocar (ponto A).

1 – Saltar parado – pelo menos três vezes – e marque o ponto em que o mesmo tocou (ponto B) e considere a melhor marca.

2 – Saltar após duas passadas (do tipo das de ataque) – pelo menos três vezes – e marque a melhor.

A impulsão resulta, obviamente, de: PB – PA.

O teste, seja qual for, tem validade quando é adotado como norma, isto é, sempre utilizado. Os re-testes vão indicando a melhoria da impulsão.

 

Resistência.

 

O mesmo raciocínio: o mesmo teste – por mais simples que possa parecer – realizado sempre.

Pode ser realizado utilizando-se exercícios, analíticos e/ou sintéticos, e/ou com movimentos realizados pelo atleta no voleibol.

- Exercícios Analítivos/Sintéticos:

- Abdominal

- Flexão de braços.

- Flexão de pernas.

- Sugado

- Etc...

 

- Movimentos do Voleibol.

 

Saltos para bloqueio em uma bola colocada em ponto fixo por determinado período de tempo (fig. a seguir).

 

Cortadas consecutivas em determinado período de tempo. Exemplo na fig. a seguir. Um colaborador na rede alçando bolas. O jogador executa uma passada (linha tracejada em azul), uma segunda passada (linha tracejada em verde), salta e corta a bola.

 

Resumindo: período de tempo (a ser determinado pelo treinador) / número de execuções.

Nota: de acordo com o tipo de resistência (anaeróbica/aeróbica) o período de tempo deve variar.

 

Velocidade.

 

Vamos raciocinar. Existem três tipos de velocidade: de reação, de deslocamento e de movimentos.

A primeira é difícil de testar. É possível em laboratórios especializados. Ou, por meio da observação – subjetiva – durante a execução de fundamentos e/ou de funções do próprio voleibol.

 

A segunda – de deslocamento – é possível utilizando-se de exercícios, de deslocamentos, na quadra. Nos diagramas a seguir, alguns exemplos.

Na fig. 1. O atleta posicionado no círculo amarelo, desloca-se, de frente, até o círculo vermelho 1; volta, de costas, para o circulo amarelo; desloca-se, de frente, até o outro círculo vermelho 2; volta, de costas, ao amarelo; desloca-se, de frente, até o verde 3, volta, de costas, ao amarelo; vai, de frente, ao outro verde 4, volta, de costas, ao amarelo. O treinador marca o tempo – total - de execução.

Na fig. 2. Deslocamentos oblíquos (no exemplo da esquerda) e laterais (no da direita). O treinador pode determinar:

1 – o número de execuções, de um ponto ao outro, em determinado tempo.

2 – estabelecer determinado tempo de execução, de um ponto ao outro, e anotar número de execuções.

Na fig. 3. O atleta inicia a o exercício em um dos círculos azuis. Desloca-se até o outro – de frente; volta ao primeiro – de costas; volta ao segundo – lateralmente sem cruzar as pernas; volta ao primeiro – lateralmente cruzando as pernas.

 

 

O treinador anota o tempo de execução de – pelo menos – três vezes. Considera o melhor.

Nota: requer velocidade e coordenação de movimentos.

 

A terceira – de movimentos – pode ser realizado com os mesmos exercícios exemplificados para aferir a resistência. Movimentos de exercícios analíticos sintéticos/analíticos e execução de fundamentos do próprio vokeibol.

 

 Força.

 

O teste mais recomendável é o bom velho teste de carga máxima, com peso e halteres e/ou em máquinas de musculação.

 

Voltar ao Menu Pergunte ao Jorjão.