JUST VOLLEYBALL

Pergunte ao Jorjão

P - Boa tarde Jorjão! Parabéns pelo site, realmente é algo que faz a diferença quando se precisa aprender algo a respeito deste jogo tão maravilhoso. Gostaria de aprender o rodízio 4x2 e 5x1, encontrei dois arquivos sobre o assunto, mas como sou um pouco leigo, gostaria de uma forma mais simplificada a qual eu possa aplicar com o pessoal que jogo aos finais de semana. Fico no aguardo e desde já agradeço a atenção.

R - Caro Jeziel, segue a resposta para sua pergunta.

 

O Sistema de ataque 4 - 2 (quatro atacantes e dois levantadores) admite duas alternativas:

- os dois levantadores não atacam, só levantam;

- os dois cortadores também atacam.

 

 

No segundo caso, existe a necessidade de realizar o que se chama de infiltração. No texto que se segue, focalizaremos o primeiro caso, como sugeriu o nosso caro internauta.

Nos casos o objetivo é colocá-los sempre no centro da rede (pos. 3), de maneira que possa levantar para as duas extremidades da rede. No conjunto de diagramas a seguir, os rod. 2, 3, 5 e 6 exemplificam a manobra. Ou seja, o levantador é colocado encostado, no momento do saque adversário, e desloca-se para o centro da quadra.

No primeiro diagrama, a formação inicial da equipe. Os dois levantadores, em verde, dois cortadores de ponta, em amarelo, e dois cortadores de meio, em vermelho. Utilizei as cores afim de facilitar a compreensão.

No rod. 1, o levantador já está no centro da rede. A recepção é armada com cinco jogadores. O levantador pode levantar para as duas extremidades da rede.

No rod. 2, o levantador está na pos. 2 e não pode estar à esquerda do C vermelho (que está na pos. 3). No momento em que a bola é sacada pelo adversário, ele desloca para o centro da quadra e fica melhor disposto para levantar para as duas extremidades.

No rod. 3, o segundo levantador entra na rede, ou seja, está na pos. 4 e não pode estar à direita do C amarelo (que está na pos. 3). No momento do saque desloca para o centro da rede e pode levantar para as duas extremidades da rede com igual facilidade.

No rod. 4, o levantador está no centro da rede (pos. 3) e, portando não precisa haver troca.

No rod. 5, o levantador está na pos. 2 (não pode se posicionar à esquerda do C vermelho. Após o saque desloca para o centro da rede (pos. 3), a fim de encontrar maior facilidade para o levantamento para as duas extremidades da rede.

No rod. 6, o primeiro levantador volta para rede, isto é, está na pos. 4. Fica encostado no cantinho da quadra, porque não pode estar à direita do C vermelho. Após o saque, desloca para o centro da rede (pos. 3).

Como é possível constatar, a estratégia é ter o levantador sempre no centro da rede (pos. 3). Nos casos em que ele não está, é necessário utilizar o artificio de colocá-lo na pos. 3 sem violar a regra.

Nota

No rodízios 2 e 5 é possível ter o levantador na pos. 2 e os Cs, em vermelho, (que são atacantes de meio) posicionados para recepção do saque na pos. 3. No caso, estes atacam no meio (pos. 3) e os Cs, em amarelo, nas extremidades (pos. 4). É uma variação utilizada por equipes que contam com levantadores e cortadores mais desembaraçados.

Neste último diagrama, apresento a formação para bloquear e defender (defensiva) e, em tendo a posse da bola, para contra-ataque. Ou seja, o levantadores bloqueiam na pos. 2, os Cs, em vermelho, bloqueam e atacam no meio (pos. 3) e o Cs, em amarelo, bloqueam e atacam na extremidade da rede (pos. 4).

Com relação ao sistema 5 - 1, você entra no site as armações. A diferença é que quando o único levantador está nos três rodízios no fundo - posições 1, 6 e 5 - ele tem que fazer a infiltração.

Voltar ao Menu de Pergunte ao Jorjão.