Princípios Importantes no Treinamento de Voleibol - Metodologia

Princípios Importantes - Metodologia - Parte 3

 

Em continuidade à apresentação de Princípios Importantes ao Treinamento de Voleibol, apresento a Parte 3 da Metodologia.

Na primeira, foram sugeridos métodos para adquirir/melhorar as Valências Essenciais à execução dos Fundamentos da Técnica Individual.

Na segunda, métodos para a Aprendizagem e/ou Aperfeiçoamento dos Fundamentos da Técnica Individual.

Agora, nesta terceira, serão sugeridos métodos para a Elaboração da Estratégia Ofensiva Adequada às Capacidades dos Jogadores.

Importante. No decorrer da apresentação dos artigos, mencionei a importância de o Professor/Treinador construir um Planejamento.

1 - Estabelecer os Objetivos Específicos;

a - as Valências Físicas a serem adquiridas e/ou melhoradas;

b - os Fundamentos da Técnica e as respectivas Maneiras de Execução, requeridos ao desempenho das Funções do Jogo;

c - elaborar a Estratégia Ofensiva adequada às Capacidades do Jogadores

A fim de Elaborar a Estratégia Ofensiva, é aconselhável adotar alguns procedimentos para cada uma das Funções; Recepção, Levantamento e Ataque.

 


 

Recepção do Saque.

1 - Definir os jogadores mais capazes para exercer a Função.

2 - Selecionar os conteúdos para o aperfeiçoamento dos Fundamentos da Técnica requeridos pela recepção. De modo geral, para todos os jogadores incumbidos da Recepção, e de modo individualizado, a fim de suprir quaisquer deficiências de algum dos jogadores.

3 - Definir a Zona de Levantamento.

4 - Definir a altura da trajetória da bola

5 - Definir a proximidade da bola em relação à rede.

6 - Definir o número de jogadores na Formação de Recepção; com 5, com 4, com 3.

7 - Estabelecer a disposição dos Jogadores de Recepção (JR) na Formação, de acordo com as capacidades.

 

No Menu Vôlei de Quadra > Estratégias Tática > Sistema Ofensivo, estão focalizados os Sistemas de Ataque. Dentre os quais, o 3-3 e o 4-2, na minha opinião, os mais adequados a equipes de Escolas e Categorias de Base, Mirim e Infantil. Também o 5-1, adequado e o mais utilizado pelas equipes de alta competitividade. A fim de facilitar a busca, coloquei os links na grade a seguir.

Notas

- Importante: alguns autores e treinadores adotam outras designações, tais como 6-6.

- Nos conjuntos de diagramas a seguir, exemplos de Formações para a Recepção do Saque nos Sistemas 3-3, 4-2 e 5-1. Importante: cada treinador pode fazer adequações de acordo com as capacidades de seus jogadores.

 

Art. 10 - Recepção do Saque - Quanto ao Sistema de Ataque - 3x3

Art. 11 - Recepção do Saque - Quanto ao Sistema de Ataque - 4x2

Art. 12 - Recepção do Saque - Quanto ao Sistema de Ataque - 5x1

 

 

 

 


 

- Sistema 3x3 - 3 Atacantes e 3 Levantadores (que também atacam)

 

 

 

 


 

- Sistema 4-2

 

 

 

 

Nota (*) significa que pode haver troca de posições. Em equipes que possuem o ataque das Bolas de Primeiro Tempo. Considerando que A1 e A4 são atacantes da Bolas de Primeiro Tempo e A2 e A4, Bolas de Ponta. Nas formações que A1 e A4 se posicionam mais atrás na formação de recepção, podem trocar com A2 e A4. Ou seja, A2 e A4 se posicionam nos lugares de A1 e A4, que com isso

 


 

- Sistema 5-1 - 5 Atacantes e 1 Levantador

 

 

Levantamento.

1 - Selecionar os jogadores capacitados para a Função.

2 - Definir o Sistema de Ataque; 5-1, 4-2; 3-3.

3 - Selecionar os conteúdos para Treinamento Técnico Individual para o aperfeiçoamento dos Fundamentos da Técnica requeridos no Levantamento; exclusivamente para os levantadores.

4 - Estabelecer os tipos de Bolas.

5 - Estabelecer os Alvos.

Ataque

1 - Selecionar jogadores com características adequadas às funções; centrais, ponta, ponta passador (se houver), oposto (se houver), etc.

2 - Selecionar os conteúdos para o aperfeiçoamento de alguns meios no Ataque; para todos os atacantes e de modo individualizado, a fim de suprir atacantes com qualquer deficiência.

3 - Estabelecer os Ponto para a Aproximação Final para o Ataque.

4 - Definir os tipos de bolas e os pontos de ataque em relação à rede.

 

Nota

O Levantamento e o Ataque, como sugerido anteriormente, podem ter treinamentos em separado. No momento em que o Professor/Treinador define os tipos de bolas a serem utilizadas nas Ações Ofensivas, deve na medida do possível, realizá-los de modo vinculado. Como será recomendado adiante.

 

- Exemplos de movimentações para o ataque.

 

- Na fileira 1 a seguir, o Sistema 3-3. Da esquerda para a direita: a Ordem de Saque e as Formações com 5, 4 e 3 Passadores.

 

- Nesta fileira 2 a seguir, o Sistema 4-2. Da esquerda para a direita: a Ordem de Saque e as Formações com 5, 4 e 3 Passadores.

 

 

- Nesta fileira 3 a seguir, o Sistema 5-1. Da esquerda para a direita: a Ordem de Saque e as Formações com 5, 4 e 3 Passadores.

 

 


 

Continuação no próximo artigo com sugestão de Modalidades de Sessões de Treinamento para a Elaboração e Consolidação da Estratégia Ofensiva.

Voltar ao Menu de Crônicas

Voltar/Home