Estratégias/Táticas - Artigo 48

- Estratégia/Táticas - Defensivas.

- Estratégia Defensiva p/ Neutralizar Combinações com o Centro entre o Meio e a Entrada da Rede (pos. 2).

- Combinações c/ 2 Atacantes na Rede e 1 do Fundo.

A Combinação com o Centro do Meio para a Entrada da Rede, com 2 Atacantes na Rede e 1 do Fundo difere muito pouco da mesma combinação sem o atacante do fundo. A utilização do atacante do fundo tem em vista suprir uma deficiência, ou seja, dispor de mais um ataque no ponto mais afastado do centro da combinação, ou seja, na saída da rede (pos. 2); uma dificuldade a mais para o sistema defensivo da equipe adversária.

No grupo de diagramas a seguir, os mesmos exemplos (com as mesmas ordens de saque) utilizados nos artigos anteriores em foram focalizadas as combinações sem atacante do fundo. A intenção é facilitar a comparação entre as combinações com e sem atacante do fundo.

A ordem de saque é (visão do fundo da quadra):

 

A3
A2
L
A4
A5
A6/L

 

Os números 3 e 6 são atacantes de 1o. Tempo.

Os números 2 e 5 são atacantes de ponta/2a. Bola/3as Bolas.

O número 4 é o Oposto/atacante de 2a, 3as Bolas e Bolas do Fundo.

L é o levantador, no caso, na pos. 2.

 

A 1a. Bola / Bola de Tempo nas combinações do meio para entrada da rede é a "Chutada" de Meio, finalizada, de modo geral, entre as pos. 3 e 4, da quadra oposta.

A 2a. Bola é uma Meia Bola:

- no diag. 1, entre o ponto em que o levantador (L) se posiciona e o ponto em que a Primeira Bola/Bola de Tempo "Chutada" de Meio é levantada/atacada;

- no diag. 2, ponto em que a Primeira Bola/Bola de Tempo "Chutada" de Meio é levantada/atacada e a extremidade da rede, (pos. 4) da quadra oposta;

- no diag. 3, imediatamente após ao ponto em que a Primeira Bola/Bola de Tempo "Chutada" de Meio é levantada/atacada e a extremidade da rede.

 

 

 

- Procedimentos no Bloqueio.

- Bloqueio por meio da Manobra 1 - 2.

No grupo de diagramas a seguir, está colocada em destaque a zona central da combinação (linhas tracejadas em verde). Ela delimita a área da rede em que ocorre a 1a. Bola, "Chutada" de Meio, e a 2a. Bola. Esta segunda pode ser levantada/atacada:

- entre o ponto em que o levantador está posicionado e o ponto em que a 1a. Bola é levantada/atacada;

- entre o ponto em que a 1a. Bola é levantada/atacada e a extremidade da rede;

- imediatamente após o ponto em que a 1a. Bola é levantada/atacada;

 

Na mesma zona em destaque, no lado oposto da rede, estão posicionados B3 e B2. São, na medida do possível, os responsáveis pelas duas bolas. Quando o B2 tem aptidão para bloqueio de bolas de tempo, ele e B3 podem fazer um revezamento para uma bola e outra. Por exemplo:

- B2 no bloqueio da 1a. Bola e B3 no da 2a , entre o levantador e o ponto da "Chutada" de Meio (na combinação do diagrama 4);

- B3 no bloqueio da 1a. Bola e B2 no da 2a. Bola, ente o ponto da 1a Bola e a extremidade da rede (na combinação do diagrama 5).

- B3 no bloqueio da 1a. Bola e B2 espera o ataque da 2a. Bola, imediatamente após o ponto da 1a. Bola (na combinação do diagrama 6);

Importante: B4, em qualquer circunstância, é o responsável pelo bloqueio do Ataque do Fundo, pela pos. 1.

 

 

 

Feitas estas considerações, a seguir, as atribuições, uma a uma, de cada bloqueador.

 


 

B3

- 1ª Atribuição - Responsabilidade Principal.

- Bloqueio da 1ª Bola "Chutada" de Meio.

- Bloqueio da 2a. Bola, levantada/atacada entre o ponto em do levantador e o ponto da 1a. Bola.

 

Nota

Neste caso, o bloqueio da 1a. Bola caberá ao B2.

 

- 2ª Atribuição - Responsabilidade Secundária.

- Deslocar-se para sua direita a fim de:

- compor o bloqueio duplo com o B2 para o ataque da 2a. Bola (de A2), entre o ponto em que a "Chutada" de Meio é levantada/atacada e a extremidade da rede.

- compor o bloqueio duplo com o B2 para o ataque da 2a. Bola (de A2), entre o ponto em que a "Chutada" de Meio é levantada/atacada e a extremidade da rede.

- compor o bloqueio duplo com o B2 para o ataque da 2a. Bola (de A3), imediatamente após o ponto em que a "Chutada" de Meio é levantada/atacada;

- Deslocar-se para sua esquerda a fim de:

- compor o bloqueio duplo, com B4, para o ataque da 2a. Bola (de A2), levantada/atacada entre o levantador e o ponto em que a "Chutada" de Meio é executada;

- compor o bloqueio duplo, com B4, para o ataque da Bola do Fundo (de A4), na saída da rede da equipe adversária, em todas as combinações.

Nos diagramas a seguir, a movimentação de B3.

No diag. 7, a opção de B2 saltar para o bloqueio da Primeira Bola, de A3, e B3 esperar a Segunda Bola, de A2, entre o Levantador (L) e o ponto em que a "Chutada" de Meio, de A3, é levantada Atacada. Deste ponto desloca-se (colchetes tracejados em vermelho) à direita/à esquerda para compor bloqueios duplos, com B2 para a "Chutada" de Meio, com A2, e com B4 para o Ataque do Fundo, de A4 (B3 grafado em azul clarinho).

Nos diagramas 8 e 9, ele é o responsável pelo bloqueio da Primeira Bola. Como segunda atribuição, desloca-se à direita e/ou à equerda para compor bloqueios duplos nas duas outras bolas da combinação.

 

 

 

Nota

- É muito importante a capacidade de análise do B3, para que julgue corretamente a necessidade de saltar ou não, saltar pouco ou muito com o 1º Homem (adversário). Dependendo do acerto dessa decisão, poderá saltar uma segunda vez para o bloqueio das segundas bolas (de A2) e ainda chegar a tempo na Bola do Fundo.

 


 

B2

- 1ª Atribuição - Responsabilidade Principal.

- Bloqueio do A2 nas 2a. Bolas, entre ponto em que a "Chutada" de Meio e a extremidade da rede (pos. 4 da quadra oposta).

- Bloqueio da "Chutada" de Meio (de A3), no caso de B3 optar por espera o ataque da 2a. Bola entre o levantador e o ponto da 1a. Bola.

 

Nota

O B2 só exercerá esta função se tiver aptidão para bloqueio de 1a. Bola; caso não tenha, a hipótese não pode sequer ser aventada.

 

- 2ª Atribuição - Responsabilidade Secundária.

- Deslocar-se para sua esquerda, a fim de auxiliar o B3 no bloqueio da 1ª Bola, "Chutada" de Meio.

 

 

 

Nota

Repare as setas tracejadas em verde. Representam outra atribuição de B2. De qualquer maneira ele se desloca à esquerda na tentativa de auxiliar B3 nas suas atribuições. No caso de não conseguir, é um dos responsáveis pela defesa das bolas "largadas" pelo atacante (A4) da Bola do Fundo.

 


 

B4

B3- 1ª Atribuição - Responsabilidade Principal.

- Bloqueio da Bola do Fundo (de A4), na pos. 1, da quadra adversária.

- 2ª Atribuição - Responsabilidade Secundária.

B4 está distante do centro da combinação; do centro à outra extremidade da rede. Na Manobra 1 - 2 é inviável participar do bloqueio nas outras bolas. Logo, a melhor das hipóteses e:

Deslocar-se para sua direita, a fim de auxiliar o B3 no bloqueio da 2ª Bola (de A2), atacada entre o posicionamento do levantador e a "Chutada" de Meio.

No grupo de diagramas a seguir, a movimentação dos bloqueadores. É bastante simples, mas ao mesmo tempo de difícil execução, ou seja:

- B3 e B2 se encarregam de uma faixa relativamente pequena. Quando bem executadas as 1a. e 2a. Bolas ocorrem praticamente no mesmo tempo. O que os obriga a deslocamentos curtos e saltos, com velocidade máxima de movimentos.

- Os deslocamentos mais longos são realizados por B3, do centro para a extremidade da rede, a fim de bloquear o ataque do fundo, e por B4, da pos. 4 para o centro da rede, a fim de bloquear a 2a. Bola, entre o levantador e a 1a. Bola.

No diagrama 13, os colchetes tracejados em vermelho demonstram a sua movimentação. Nos dois outros, a seta tracejada em verde representam seu deslocamento para a cobertura do bloqueio.

 

 

 


 

- Bloqueio por meio da Manobra 2 - 1.

 

O bloqueio por meio da Manobra 2 - 1 é muito utilizada para neutralizar essas combinações. Como vimos anteriormente, B3 e B2 responsabilizam-se por uma faixa pequena. Logo, podem assumir - juntos - a responsabilidade pelo bloqueio da 1a. e da 2a. Bolas; obviamente, desde que tenham estatura adequada e capacidade técnica para tal.

Para isso, eles devem adotar:

- o posicionamento ombro a ombro na frente do atacante da 1a. Bola (A3), para o bloqueio (duplo) da mesma.

- nas 2as. Bolas, à direita do ponto em que a 1a. Bola é levantada/atacada, eles devem saltar novamente e/ou executar passadas de ajuste (a fim de encontrar melhor posicionamento) e saltar novamente;

- na 2a. Bola, entre o levantador e a "Chutada" de Meio, apenas o B3 desloca para sua esquerda, a fim de bloquear a mesma - possivelmente com B4.

 

Nota

Os dois bloqueadores B3 e B2, podem se posicionar, antecipadamente, no ponto provável do ataque da 1a e da 2a Bolas (faixa destacada nos diagramas). O B4, aguarda no Posicionamento Fechado, de maneira que fique equidistante às bolas sob sua responsabilidade.

 

B3

- 1ª Atribuição - Responsabilidade Principal.

- De modo geral é o principal responsável pelo bloqueio de 1a. Bola, "Chutada" de Meio. De acordo com o que for estabelecido na Estratégia ou por Opção Tática Individual, eventual/circunstancial, o Bloqueador Central (B3) utiliza-se do artifício tático da Graduação dos Saltos, ou seja, ele pode optar por três procedimentos:

1. saltar seu máximo, tendo em vista exclusivamente o bloqueio da 1a. Bola;

2. saltar pouco, tendo em vista conseguir saltar novamente para o bloqueio das 2as. Bolas;

3. não saltar para o bloqueio da 1a. Bola e aguardar para o bloqueio das 2as. Bolas, tanto à sua direita quanto à sua esquerda.

 

- No procedimento 1, saltar seu máximo tendo em vista o bloqueio da 1ª Bola "Chutada" de Meio (juntamente com B2).

- No procedimento 2, graduar seu salto (saltar pouco), a fim de conseguir saltar novamente para o bloqueio das 2ª Bolas: à sua direita, juntamente com B2; à sua esquerda, juntamente com o B4.

- No procedimento 3, não saltar e esperar para o bloqueio das 2as. Bolas: à sua direita, juntamente com o B2; à sua esquerda, juntamente com o B4.

 

- 2ª Atribuição - Responsabilidade Secundária.

- Deslocar-se para a esquerda, independentemente da opção feita para a 1a. e as 2as. Bolas, a fim de bloquear as Bolas do Fundo pela pos. 1 da quadra oposta. Na medida do possível juntamente com o B4.

No grupo de diagramas a seguir, a participação de B3 nas três combinações. Vale lembrar que sua atribuição principal é o bloqueio da Primeira Bola, "Chutada" de Meio (juntamente com B2). Logo, seu posicionamento inicial é rigorosamente à frente de A3. Deste ponto, desloca-se à direita e/ou à esquerda a fim de cumprir suas outras atribuições: o bloqueio das Segundas Bolas.

No diag. 16, desloca-se à esquerda (colchete tracejado em vermelho) para o bloqueio da "Between"/"Aquela", finalizada no terço central da rede, juntamente com B4.

Nos diags. 17 e 18, desloca-se à direita (colchetes tracejados em vermelho) a fim de bloquear as duas Segundas Bolas ("Desmico da Chutada" e "Degrau"), finalizadas entre o ponto em que a "Chutada" de Meio é levantada/atacada e a extremidade da rede (pos. 4 da quadra oposta).

Nos três diagramas, os colchetes tracejados em verde, representam seus deslocamentos para o bloqueio (juntamente com B4) da Bola Atacada do Fundo (seta tracejada em azul claro), pela pos. 1, da quadra oposta.

 

 

 

Nota

Chamo atenção para o fato de que a atribuição do Bloqueador Central é espinhosa. Sejam quais forem suas opções, é grande a probabilidade de insucesso. Aliás, quanto maior for a capacidade dos jogadores da equipe adversária (levantador e atacantes), maior será a dificuldade para bloqueá-los.

 


 

B2

- 1ª Atribuição - Responsabilidade Principal.

- Bloqueio Individual ou com o B3 da:

- da 1ª Bola "Chutada" de Meio;

- da 2a. Bola entre o ponto em que a "Chutada" de Meio é levantada/atacada e a extremidade da rede, pos. 4 da quadra oposta.

 

- 2ª Atribuição - Responsabilidade Secundária.

- Deslocar-se para a direita, a fim de bloquear as 2as. Bolas à direita do ponto da 1a. Bola.

Nos diagramas a seguir, a atuação de B2 nas três combinações. No 21, bloqueio da Primeira Bola, "Chutada" de Meio, atacada por A3, juntamente com B3. Nas demais bolas, é o responsável pela defesa das bolas "largadas" atrás dos bloqueios (seta tracejada em verde).

No 22 e no 23, está empenhado nas Segundas Bolas finalizadas entre o ponto em que a "Chutada" de Meio é levantada/atacada e a extremidade da rede (pos. 4 da quadra oposta). Nas demais bolas, responsabiliza-se pelas bolas "largadas" atrás dos bloqueios (setas tracejadas em verde).

 

 

 


 

B4

- 1ª Atribuição - Responsabilidade Principal.

- Bloqueio Individual (ou, na melhor das hipóteses, duplo com B3), na Bola do Fundo pela pos. 1 da quadra adversária.

 

- 2ª Atribuição - Responsabilidade Secundária.

- Deslocar-se para sua direita a fim de compor o bloqueio duplo, com B3, na 2a. Bola (de A3) entre o ponto do levantador e ponto da "Chutada" de Meio.

 

No grupo de diagramas a seguir, exemplos das movimentações de B4.

No diag. 19, postado no Posicionamento Fechado, desloca-se à esquerda a fim de bloquear a Bola do Fundo, atacada por A4, pela pos. 1 da quadra oposta. Desloca-se à direita para o bloqueio da Segunda Bola, atacada por A2, finalizada no terço central da rede. Nas demais combinações, encarrega-se da bola 'largada" atrás dos bloqueios (setas tracejadas em verde)

Nos diags 20 e 21, está distante dos pontos em que as demais bolas da combinação são finalizadas. Logo, é responsável pela defesa das bolas "largadas" (setas tracejadas em verde).

 

 

 

Nota

Como é possível reparar, os bloqueadores das extremidades, B2 e B4, participam dos bloqueios em bolas em que estão mais próximas de seus posicionamentos iniciais. No caso de B2, efetua deslocamentos curtos, praticamente ajustes de posicionamento. B4, não, faz deslocamento mais longo, à esquerda, para o bloqueio da Bola Atacada do Fundo. E um mais curto, à direita, para o bloqueio da Segunda Bola, finalizada no terço central da rede.

Importante mencionar: nas bolas em que não podem participar do bloqueio, responsabilizam-se pela defesa das bolas "largadas" atrás dos bloqueios.

 

No artigo 49, em continuação a estratégia defensiva para neutralizar estas combinações, abordaremos os Procedimentos na Defesa.

 

Home

Ir para Menu Vôlei de Quadra